O Conselho Regional de Contabilidade de Goiás prepara grandes novidades para o segundo semestre. Após um encontro que reuniu o presidente do CRCGO, Edson Bento dos Santos, com o presidente da Junta Comercial de Goiás (Juceg), Rafael Lousa, e os conselheiros do CRCGO e vogais da Juceg, Wagner Felipe Filho e Elione Cipriano da Silva, nesta sexta-feira, 29 de julho, ficou firmado entre as duas entidades que nascerá um projeto inovador que trará importantes benefícios à classe contábil. O projeto recebeu apoio também do vice-presidente de desenvolvimento profissional Weberth Fernandes.

Conforme explica Wagner, o objetivo da iniciativa inédita é proporcionar funcionalidade de operacionalização aos serviços e atendimentos oferecidos pela Junta Comercial. Por essa razão o CRC-GO, propõe a criação de um Fórum de Debates que resultará em maior interação entre o CRC-GO com JUCEG e a classe contábil. “Será uma oportunidade de esclarecimento de dúvidas referentes à rotina do registro mercantil (constituição, alteração, transformações e baixa). Uma nova ideia que colocará o corpo técnico da Junta em contato direto com o usuário (profissionais da contabilidade)”, explica Wagner. “O que queremos é otimizar os serviços e dar liberdade para os dois lados (quem oferece e quem recebe o serviço) conhecerem de perto a realidade de cada um e se entenderem”, acrescenta.

De acordo com Lousa, a Juceg tem tentado dar as melhores orientações ao cliente no início do atendimento, antes da entrada da documentação para abertura do processo, visando agilidade e fluidez. “Toda a estrutura que rege o registro mercantil está sendo avaliada e várias adequações estão sendo feitas”, apresenta. “Por essa razão, tudo que a Juceg puder fazer para melhorar o atendimento ao usuário, irá providenciar”, ressalta.

Segundo o presidente Edson Bento, a maioria das reclamações apresentadas junto ao CRC-GO serão objetos de análise e respostas através dos técnicos da JUCEG, onde o CRC GO participará juntamente com toda a classe contábil, todos contadores terão a oportunidade de participar do FORUM, bem como todas as entidades representativas da categoria serão convidadas a participar com sugestões de melhorias. Uma agenda de reuniões de grupos de trabalhos para as tratativas com objetivo de criação de procedimentos. Para as rotinas dos processos junto a JUCEG e órgãos ligados a atividades em questão, “A uniformidade da comunicação, com a consolidação do entendimento já será um grande passo”, avalia apontando também que do Fórum poderá surgir um modelo de cartilha com orientações que irão abordar os temas mais suscetíveis relacionados aos trâmites.

Aguarde e em breve o CRCGO trará mais informações.

Fonte: Assessoria de Imprensa CRCGO – Naiara Gonçalves